Bispos convocam jejum e semana de oração pela Pátria – 7ª Edição agosto/17

Bispos convocam jejum e semana de oração pela Pátria – 7ª Edição agosto/17

No antigo testamento, o rei que deveria pastorear seu povo, era ungido pelo profeta local. Este, por sua vez, deveria denunciar as injustiças porventura cometidas no reinado e, não raras vezes, advertir o rei em nome do Senhor.
No livro de Jonas, após o povo perecer pelos seus próprios pecados, Deus envia o Profeta para advertir a nação sobre as gravíssimas consequências de seus delitos. Após ouvir a advertência do profeta, todos, incluindo os animais e até o rei, vestem-se de panos de saco, deitam-se em cinzas e jejuam. E assim, aquela nação que caminhava rumo à ruína, é salva por recorrer ao Deus misericordioso de Israel.
Algo semelhante acontece em nossa nação! Nossos líderes esqueceram-se de que também são ungidos por Deus com uma missão de pastorear seu povo, a fim de que este encontre verdes pastagens.
No entanto, cometem aquele pecado denunciado por outro profeta (Ezequiel): “apascenta a eles mesmos”.
Como não recordar nestes tempos de crise, a regra de São Bento: “ora et labora” (reza e trabalha)? Nossa Igreja aqui no Brasil, movida pelo Espírito, assim tem procurado caminhar.
Nossos Bispos sempre estão, tais quais sentinelas de seu povo, atentos às injustiças cometidas. A Igreja no Brasil tem, inclusive, promovido grupos que primam pelo acompanhamento, bem
como, pela formação de nossos políticos católicos. Há várias iniciativas no país acompanhadas de perto por nossos pastores.
Devemos estar conscientes de que as mudanças, sobretudo as mais profundas, não advém somente do empenho humano, mas da graça divina, que, como já dizia Santo Agostinho: “opera quando a gente coopera”. Mais do que nunca, cônscios das palavras certeiras de Jesus: “sem Mim, nada podeis fazer”, a Igreja recorre ao jejum e à oração para superar este grave momento. Então estamos todos convidados a participar deste importante momento de nossa Pátria como intercessores!
Veja quais são os passos e como se dará: A semana de oração pela Pátria se dará do dia 1 a 7 de Setembro.
1. Todos os padres deverão ler oficialmente a convocação para a jornada de oração e jejum pelo Brasil nas missas dos finais de semana até o dia 7 de setembro;
2. Todos, incluindo os fiéis, deverão divulgar essa convocação por meio das redes sociais;
3. No dia 7 de setembro, o Sacerdote deve celebrar Missa pela pátria (Missal Romano, 907) e rezar a oração sugerida pela CNBB. Participemos pessoalmente da jornada de oração e
jejum pelo Brasil.

Padre Wagner Lopes Ruivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *