O Poder das Palavras – 6ª Edição Maio/17

O Poder das Palavras – 6ª Edição Maio/17

É uma verdade com fundamento bíblico que a palavra tem poder, dá discernimento e traz à tona as verdadeiras intenções. A aprovação na Câmara dos Vereadores de um “assessor externo da Prefeitura de Sorocaba”, para atuar em Brasília e pago com verba pública, é estranha e nos faz questionar o verdadeiro sentido disso. Vamos iniciar com o nome certo a essa atuação que foi aprovada: “Lobby”. A palavra vem do inglês e historicamente surgiu da atividade de pessoas que ficavam nos corredores, tentando influenciar os parlamentares na busca de poder e dinheiro para algo ou alguém específico. E, como sabemos, isso não é novo e já existe há séculos.
Quem será essa pessoa? Quais são os requisitos e habilidades para a sua escolha? A sua atuação para o bem comum do cidadão sorocabano virá garantido pelo contrato de trabalho? Como controlar a atuação de uma pessoa há quilômetros de distância? Instalar um “assessor” em Brasília, pago com o dinheiro de nossos impostos e sob a alegação de que, uma vez presente no cenário político, trará benefício à cidade é muito vago.
A função de uma administração pública deve ocorrer com transparência, mecanismos de controle da população e constante prestação de contas da atividade realizada na representação dos interesses de toda a sociedade. Isso é uma regra da Constituição e uma das formas de garantia da democracia. Por que nossos vereadores, alguns deles que se declaram cristãos e conhecedores da palavra de Deus, sucumbiram à aprovação de mais um cargo a onerar os cofres públicos de nossa cidade? Também sabemos que sofreram pressões políticas e mudaram os seus votos.
Pressões essas que conhecemos e são utilizadas recentemente também pelo Presidente Michel Temer nas atuais reformas. Vereadores e Prefeito são eleitos para legislar e trabalhar em benefício da população. Na campanha eleitoral, propostas coerentes; no entanto, na atuação diária, a aprovação de leis que são contrárias a vontade da maioria de quem os elegeu. Ouçam o povo! “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Por- que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas por dentro estão cheios de ossos e de toda imundícia”. (Mateus 23,27).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *